guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Articulação nacional

Articulação nacional

Dario Sanches / Wikimedia CommonsBiodiversidade: esforço conjuntoDario Sanches / Wikimedia Commons

Uma rede nacional de pesquisa voltada a ampliar o conhecimento sobre a biodiversidade brasileira acaba de ser lançada, com investimento inicial de R$ 51,7 milhões para projetos de pesquisa. O Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade (Sisbiota-Brasil) é uma iniciativa de vários ministérios e órgãos federais com 18 fundações estaduais de amparo à pesquisa, entre as quais a FAPESP. “Ter um sistema nacional era um anseio da comunidade científica que atua nessa grande área”, disse à Agência FAPESP Carlos Joly, coordenador do Programa Biota-FAPESP. A experiência do programa paulista auxiliou na elaboração do Sisbiota-Brasil e dois membros da coordenação do Biota-FAPESP participarão da gestão do sistema nacional: Joly e Roberto Berlinck, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo, em São Carlos. Joly espera que o Sisbiota reproduza nacionalmente o impacto que o Biota-FAPESP teve em São Paulo. “Isso só ocorrerá se houver garantias de que o financiamento será mantido em médio e longo prazos”, disse.

Republicar