Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Diretores reconduzidos

Diretores são reconduzidos

miguel boyayan / eduardo cesarJoaquim José de Camargo Engler, diretor administrativo, e Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científicomiguel boyayan / eduardo cesar

Agência FAPESP – Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP, e Joaquim J. de Camargo Engler, diretor administrativo, foram reconduzidos para exercer suas funções no Conselho Técnico-Administrativo da Fundação pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

As nomeações, para novos mandatos de três anos a partir do término dos atuais, são fundamentadas nos parágrafo únicos dos artigos 13 da Lei 5.918-60 e 14 dos estatutos da FAPESP, aprovados pelo Dec. 40.132-62, e foram publicadas no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 21 de janeiro.

Brito Cruz é professor no Instituto de Física Gleb Wataghin da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Graduou-se em engenharia eletrônica pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica, em 1978. Obteve os títulos de mestre (1980) e doutor em ciências (1983) no mesmo Instituto de Física Gleb Wataghin, que posteriormente foi dirigido por ele em duas ocasiões (1991 a 1994 e 1998 a 2002).

Foi pesquisador convidado do Istituto Italo Latino Americano na Universitá degli Studi, em Roma (Itália), visitante residente nos Laboratórios Bell da AT&T, em Holmdel (NJ, EUA), e professor visitante na Université Pierre et Marie Curie, em Paris (França). É membro da Academia Brasileira de Ciências desde 2000.

Brito Cruz foi pró-reitor de Pesquisa da Unicamp (1994 a 1998), reitor, de abril de 2002 a abril de 2005, e presidente da FAPESP, de 1996 a 2002. É diretor científico da FAPESP desde abril de 2005.

Engler é engenheiro agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), na qual é professor titular do Departamento de Economia, Administração e Sociologia.

Doutor em Agronomia pela Esalq é mestre e doutor em economia agrícola pela The Ohio State University, nos Estados Unidos. Entre outros cargos foi diretor da Esalq, coordenador da Comissão de Especialistas de Ensino de Ciências Agrárias do Ministério da Educação, coordenador de Administração Geral da USP, coordenador e prefeito do campus da USP em Piracicaba, diretor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) e chefe de gabinete do reitor da USP. Engler foi também professor visitante do Centro de Estudos de Economia Agrária do Instituto Gulbenkian de Ciência de Portugal.

Republicar