guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Ouro na Tailândia

Ouro na Tailândia

obfGustavo (centro) e a equipe premiadaobf

Como aconteceu no ano passado, todos os cinco estudantes brasileiros que participaram da Olimpíada Internacional de Física este ano em Bangcoc, na Tailândia, trouxeram medalhas para casa. Com uma diferença importante: Gustavo Haddad Braga fez jus à primeira medalha de ouro concedida a um estudante ibero-americano. Com 16 anos, ele é aluno do terceiro ano do ensino médio do Colégio Objetivo São Paulo. Além do ouro para Gustavo, foram quatro medalhas de bronze, obtidas pelos alunos Ivan Tadeu e Lucas Hernandes, de São Paulo, e José Guilherme Alves e Ricardo Duarte Lima, do Ceará. O grupo foi selecionado pela Olimpíada Brasileira de Física entre os alunos de mais de 4.500 escolas brasileiras. Em seguida, por uma semana o grupo treinou física experimental no Instituto de Física do campus de São Carlos da Universidade de São Paulo. Além do aspecto empolgante da experiência de trabalhar em uma instituição de pesquisa na área, a preparação foi mesmo crucial para a prova, que envolvia três perguntas teóricas e duas experimentais. As olimpíadas científicas são um estímulo importante para os jovens estudantes. “Eu mesmo comecei a me interessar mais pela disciplina por conta da Olimpíada Brasileira de Física”, disse Gustavo Haddad.

Republish