guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tomógrafo premiado

Tomógrafo premiado

Eduardo CesarPulmões vistos em tempo realEduardo Cesar

O médico Marcelo Amato, responsável pelo Laboratório de Pneumologia Experimental da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, venceu a 10ª edição do Prêmio Péter Murányi 2011 – Desenvolvimento Científico e Tecnológico pelo desenvolvimento de um tomógrafo que monitora em tempo real a condição dos pulmões, o que ajuda a reduzir a mortalidade na UTI (ver Pesquisa FAPESP nº 151). O tomógrafo, que faz 50 imagens por segundo dos pulmões de pacientes submetidos à respiração artificial, usa uma corrente elétrica para atravessar os tecidos. As correntes elétricas são geradas por 32 eletrodos fixados no tórax do paciente e ligados a um monitor que mostra as reações do órgão por meio de imagens, captadas pela emissão dos pulsos elétricos. A pesquisa recebeu apoio da FAPESP no valor de R$ 4.947.662,98 e da Financiadora de Estudos e Projetos de R$ 898.600,00. A partir de junho, a Philips, que em 2008 comprou a Dixtal Biomédica, parceira do projeto, vai começar a produzir em Manaus 10 tomógrafos por mês, que serão vendidos na América Latina.

Republicar