Imprimir PDF

O livro do Sol

Vestígio das águas

1º lugar - O livro do Sol, de Gilvan Barreto. Por um mês, Gilvan Barreto percorreu o sertão pernambucano procurando registrar o que chamou de “vestígios do culto à água”. Era o verão de 2013 e a região passava pela pior seca em 60 anos. O livro de estreia do poeta João Cabral de Melo Neto, Pedra do sono (1942), orientou o ensaio premiado

Gilvan Barreto 1º lugar – O livro do Sol, de Gilvan Barreto. Por um mês, Gilvan Barreto percorreu o sertão pernambucano procurando registrar o que chamou de “vestígios do culto à água”. Era o verão de 2013 e a região passava pela pior seca em 60 anos. O livro de estreia do poeta João Cabral de Melo Neto, Pedra do sono (1942), orientou o ensaio premiadoGilvan Barreto

Os 70 anos de lançamento de Pedra do sono, em 2012, livro de estreia de poesia de João Cabral de Melo Neto, sugeriu a Gilvan Barreto, pernambucano morador do Rio de Janeiro, rodar o semiárido de seu estado à procura de água. O trabalho rendeu o ensaio O livro do Sol feito no verão de 2013, quando ocorreu o auge da maior seca dos últimos 60 anos no Nordeste. “Fiquei um mês buscando vestígios do culto à água, tendo a obra de João Cabral como um guia”, conta Barreto. Suas fotos ganharam o primeiro lugar do prêmio de Arte da FCW 2013.

O paulista Lalo de Almeida ganhou o segundo lugar com Belo Monte – Os impactos de uma megaobra sobre o entorno da hidrelétrica que está sendo construída no Pará. Roberta Sant’Anna, de Porto Alegre, ficou em terceiro, com Parque aquático. Barreto recebeu R$ 114,3 mil e os outros dois, R$ 42,8 mil cada um, além da escultura de Vlavianos.

A FCW recebeu em 2013 inscrições de 305 fotógrafos, entre ensaios publicados e inéditos, de 18 estados, além do Distrito Federal. Os trabalhos dos 12 finalistas de Arte foram expostos em um dos espaços da Sala São Paulo no dia 9 de junho, dia da premiação. Rubens Fernandes Júnior, curador de fotografia da FCW e diretor da Faculdade de Comunicação e Marketing da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), presidiu o júri de 10 professores e fotógrafos.

Confira as fotos vencedoras nas galerias de imagens:
1º lugar – O livro do Sol, de Gilvan Barreto
2º lugar – Belo Monte, Os impactos de uma megaobra, de Lalo de Almeida
3º lugar – Parque aquático, de Roberta Sant’Anna