Imprimir PDF

Boas práticas

Revisão por pares defeituosa

A revista científica PLoS One admitiu que seu processo de revisão falhou na avaliação de um artigo publicado em janeiro, segundo o qual a arquitetura da mão humana foi “desenhada pelo Criador”. E anunciou a retratação do paper, assinado pelo pesquisador Cai-Hua Xiong e colegas da Universidade Huazhong de Ciência e Tecnologia, da China. O artigo foi duramente criticado por lastrear o resultado científico com uma crença religiosa, mas seu autor explicou à revista Nature que houve um problema  de tradução. “O inglês não é nossa língua nativa e não compreendemos a conotação de muitas palavras, como ‘Criador’. Lamento o que aconteceu”, afirmou. Embora não houvesse erro nos resultados do artigo, que analisou o movimento das mãos de 30 indivíduos, restou a sensação de que o paper foi publicado sem que os editores da revista o lessem com cuidado. Essa crítica é corriqueira para uma certa categoria de publicações científicas, aparentemente mais interessada em lucrar com a divulgação de artigos sem analisar sua qualidade. A PLoS One, contudo, não se encaixava nesse figurino. Conta com revisores de alto nível e publica um grande número de artigos (cerca de 30 mil por ano) mantendo um fator de impacto elevado para uma revista de acesso aberto. “O processo de avaliação por pares não analisou adequadamente vários aspectos do trabalho”, admitiram os editores da PLoS One, justificando a retratação.