Imprimir

Estratégias

Duração das bolsas

Buscando adaptar suas normas escritas à prática efetivamente seguida, a FAPESP alterou a duração estipulada em seu manual para bolsas de doutotado. Ela passa a ser agora de até 48 meses, e não de 36 meses, como estava definido até então, com possibilidade de prorrogação por seis meses.

Para quem ingressa diretamente no doutorado, sem o mestrado, a duração da bolsa pode ser de até 60 meses. A Fundação pretende, desse modo, estimular os estudantes, sempre que possível, a eliminarem a estapa do mestrado, que ficaria mais voltado para aqueles que, de fato, não pretendem fazer doutorado. Isso resulta de um entendimento da FAPESP de que hoje o mestrado – de grande imporlância no passado, quando não se tinha ainda no País capacidade instalada para a orientação de teses de doutorado -, para muitas áreas, já não tem maior significado.

Republicar