Imprimir

Tecnociência

UNESP: expansão da rede

O campus da UNESP em Bauru já está ligado em 2 Mbps com a Reitoria dessa Universidade em São Paulo. E, com todos os equipamentos devidamente instalados (torre, antena, rádio e roteadores), está em fase de testes a ligação, na mesma velocidade, entre a Reitoria e a FAPESP, com passagem pelo Incor.

Aliás, a rede de informática da UNESP está se expandindo rapidamente, apesar de sua consolidação não ser uma tarefa simples, uma vez que os campus da universidade espalham-se por 16 cidades do Estado de São Paulo. Exemplos da expansão: o campus de Guarantiguetá já está ligado com São Paulo, através de uma linha de 64 Kbps até São José dos Campos, de onde parte uma ligação em 2 Mbps até a FAPESP; e o campus de Rio Claro também está ligado com São Paulo, graças a uma linha de 64 Kbps que vai até o CCE da UNICAMP – por sua vez interligada à FAPESP em 2 Mbps.

Quanto às linhas dos campus de Batucatu, Araraquara, Araçatuba e Ilha Solteira, estão prestes a serem testadas, na dependência apenas do fornecimento de linhas da Telesp já solicitadas ou da ativação de alguns rádios pela FAPESP. Com tudo isso, os coordenadores da rede da UNESP estimam que cerca de 5 mil pontos na Universidade estão disponíveis para ligação com a Rede ANSP, embora nem todos já estejam com máquinas ligadas.

Republish