Imprimir PDF

Brasil

Dieta reprovada

Os estudantes mineiros não estão se alimentando direito. Uma equipe da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) visitou seis municípios do estado e entrevistou 1.807 alunos de escolas públicas, com idade entre 7 e 19 anos. O resultado é preocupante: há uma alta prevalência de possíveis distúrbios alimentares e de hábitos de alimentação inapropriados. Desse total, 1.059 (59%) estavam insatisfeitos com sua imagem corporal, 1.014 (56%) exercitavam-se para perder peso e 731 (40%) faziam dieta, nem sempre com acompanhamento médico. De acordo com esse estudo, publicado no Jornal de Pediatria, 241 (13,3%) estudantes, maioria mulheres, apresentaram hábitos inapropriados de alimentação, 175 (10%) usavam métodos purgativas como forma de reduzir peso e 19 (1,1%) apresentaram suspeita de bulimia nervosa.

Republicar