Imprimir PDF

Produção

Coqueiros do centro-oeste

O cultivo do coqueiro na região centro-oeste pode tornar-se uma importante opção devido à crescente demanda por água de coco e à necessidade de os produtores diversificarem as atividades e melhorarem a renda. Com base nesse contexto, o artigo “Comportamento de cultivares de coqueiros anão e híbridos no Distrito Federal”, assinado pelos pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cerrados), avaliou os diferentes cultivares de coqueiro em relação ao crescimento vegetativo, visando indicar as espécies que podem oferecer mais rentabilidade se plantadas na região do Distrito Federal. O estudo foi desenvolvido em parceria com a Embrapa Tabuleiros Costeiros. Devido as baixas temperaturas durante determinados períodos do ano, além das elevadas taxas de evapotranspiração associadas à irregularidade na distribuição das chuvas, a região centro-oeste registra déficits hídricos, fator limitante da produtividade dos coqueiros. Por causa disso, a demanda do centro-oeste é até hoje atendida pela oferta de frutos de outros estados do Brasil. “Apesar da importância econômica, a produtividade nacional de coqueiros anão e híbridos é baixa também pelo uso de genótipos não selecionados e pouca informação a respeito das práticas culturais”, disseram os pesquisadores. De todas as cultivares analisadas, o “Anão-verde-de-jiqui?”se destacou no crescimento e na circunferência da porção intermediária entre o caule e a raiz.

Revista Brasileira de Fruticultura – VOL.26 – Nº2 – Jaboticabal – AGO. 2004

www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000200045&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Republish