Imprimir PDF

Guerra ao mosquito

Guerra ao mosquito

James Gathany / CDCAnopheles, que dissemina a maláriaJames Gathany / CDC

Uma parceria entre instituições do Reino Unido e o governo da Arábia Saudita vai criar um centro de pesquisa dedicado a controlar infecções causadas por insetos, como malária e dengue, no Oriente Médio. O Ministério da Saúde saudita destinou US$ 5,5 milhões para a iniciativa, que tem como parceiros a Escola de Medicina Tropical de Liverpool e o Consórcio para Inovação no Controle de Vetores, rede sediada na Inglaterra. O centro começará a funcionar em 2012, com sede em Riad. O recrutamento de pessoal vai começar logo e o primeiro projeto será a versão de um programa de computador que monitora a incidência da malária e orienta esforços para controlar o mosquito que dissemina a doença. “O centro também vai mapear as doenças infecciosas em outros países da região, como o Iêmen, que está enfrentando um aumento no número de vítimas”, disse à agência SciDev.Net Ziad Memish, assessor do Ministério da Saúde saudita.  Pouco mais da metade da população saudita está vulnerável à malária, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Republish