guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

A favor da estabilidade

Um dispositivo capaz de proteger os processos industriais das reduções momentâneas na tensão da rede elétrica pode representar a solução para problemas como falta de estabilidade de tensão e queda de energia. Trata-se de um compensador dinâmico de variações de tensão – CDvT, desenvolvido graças a uma parceria entre a Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Dois protótipos já foram construídos e estão em fase de testes.

“O restaurador de tensão é similar a um estabilizador de tensão ou no break , mas difere deste porque trabalha com a diferença entre as energias oferecidas antes e depois da queda, enquanto o no break desliga a rede e fornece toda a energia da carga”, explica Braz Cardoso Filho, professor do Departamento de Energia Elétrica da UFMG e coordenador das pesquisas.

O projeto conta com investimentos da Cemig no valor de R$ 560 mil e com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico de Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e tem duração prevista de quatro anos. Por enquanto, devido ao alto custo de produção do equipamento, os protótipos foram dimensionados para aplicação no setor industrial.

Republicar