guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Ciências sociais

Antonio Candido

O texto A sociologia clandestina de Antonio Candido, de Rodrigo Martins Ramassote, do Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, procura discutir as relações entre crítica literária e ciências sociais em alguns dos principais ensaios de Antonio Candido. Por meio da análise de “Dialética da malandragem” (1970) e “De cortiço a cortiço” (1993), pretende-se identificar e demonstrar a procedência e a inspiração de certos modelos sociológicos subjacentes a esses ensaios, buscando por essa via articulá-los, respectivamente, com preocupações derivadas da produção sociológica do próprio autor e com certos núcleos temáticos desenvolvidos pela chamada Escola Paulista de Sociologia.

Na parte final, o autor sugere a possibilidade de apreender parte substantiva da produção crítica de Antonio Candido a partir de um diá-logo estreito e criativo com questões relacionadas com o temário do pensamento social brasileiro, remetendo a uma dupla inserção de tradições disciplinares, responsáveis pela composição de um projeto autoral cujas principais coordenadas articulam ensaísmo social e crítica literária, ciências sociais e análise estética.

Tempo Social – v. 20 – nº 1 – São Paulo – 2008

Link para o estudo

Republicar