Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

efeito estufa

Apoio europeu na Amazônia peruana

Floresta no Peru receberá ajuda da Alemanha e da Noruega para questões climáticas

wikimedia commonsFloresta no Peru receberá ajuda da Alemanha e da Noruega para questões climáticaswikimedia commons

Alemanha e Noruega apoiarão iniciativas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa provenientes do desmatamento na Amazônia peruana. Com mais de 68 milhões de hectares de florestas, o Peru tem uma das cinco maiores áreas de floresta tropical do mundo. Apesar da taxa de desmatamento não ser alta, ela é responsável pela emissão de aproximadamente 71 milhões de toneladas de CO2 por ano. A região está sob pressão da agricultura, de indústrias extrativistas e de projetos de infraestrutura – problemas agravados pela falta de zoneamento ambiental. No documento assinado por autoridades dos três países, o Peru concorda em aumentar em pelo menos 5 milhões de hectares as áreas destinadas aos índios e em reduzir as emissões de carbono. A Alemanha se compromete a seguir apoiando o Peru em questões climáticas e ambientais e a Noruega destinará cerca de US$ 47 milhões, até 2017, para a implantação de medidas que ajudem na redução das emissões de carbono. Entre 2017 e 2021, a Noruega também contribuirá com mais de US$ 240 milhões para projetos de redução do desmatamento. Entre as medidas iniciais estão a implementação de uma lei florestal no Peru e a criação de uma coalizão de empresas que se comprometam com políticas de desmatamento zero.

Republicar