guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Traumatismo

Avaliação neuropsicológica

Traumatismo craniencefálico (TCE) é uma das causas mais frequentes de lesão cerebral. São relatados na literatura déficits cognitivos após TCE moderado-grave relacionados à memória, linguagem, funções executivas, atenção e velocidade de processamento de informações. Estudos em pacientes com TCE leve são escassos embora alterações neuropsicológicas sejam encontradas nestes pacientes. A pesquisa “Alterações neuropsicológicas em pacientes com traumatismo cranioencefálico leve-moderado” investigou o funcionamento cognitivo de pacientes com TCE leve e moderado através de um protocolo abrangente (PN01) de testes neuropsicológicos. Foram avaliados 12 pacientes com TCE leve e moderado e identificados déficits graves de memória episódica verbal para evocação imediata, tardia e de reconhecimento, de memória episódica visuoespacial para evocação imediata e tardia, nomeação, fluência verbal nominal e velocidade de processamento de informações. Os resultados do estudo argumentam a favor da importância de avaliação neuropsicológica abrangente mesmo em casos de TCE leve a fim de identificar funções comprometidas e preservadas, proporcionando condutas e programas de reabilitação adequados a cada caso. Os pesquisadores responsáveis pelo trabalho são: Eliane Correa Miotto, Fernanda Zanetti Cinalli, Valéria Trunkl Serrao, Glaucia Guerra Benute, Mara Cristina Souza Lucia e Milberto Scaff, da Universidade de São Paulo .

Arquivos de Neuro-Psiquiatria – vol. 68 – nº 6 – São Paulo – dez. 2010

Link para o artigo

Republicar