guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Batata para a China

A tecnologia de produção de brotos de batata livres de vírus do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, será levada para a China. Minitubérculos de batata-semente serão enviados neste mês de agosto para o Instituto de Pesquisa de Agricultura Hulunbuir, na região norte. Segundo o pesquisador do IAC responsável pela técnica, João Alberto Caram de Souza Dias, a tecnologia abre caminho para exportações brasileiras de batata-semente livre de vírus e outros patógenos. As variedades que seguem para a China foram desenvolvidas também no instituto paulista: Aracy, Aracy-ruiva, Itararé, IAC clone 2 e Ibitu-açu. O governo chinês quer produzir mais batata, mas enfrenta problemas fitossanitários como a requeima, virose que apresenta resistência nas novas variedades do IAC.

Republicar