Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

sem fraudes

Biodiesel sem fraudes

Detectar biodiesel adulterado pode se tornar uma tarefa simples com um marcador fluorescente à base de porfirinas – moléculas orgânicas usadas em terapia fotodinâmica e catalisadores para degradação de poluentes –, desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP). As porfirinas para uso como marcadores de biodiesel precisam ser solúveis no biocombustível. “Fizemos modificações nas moléculas para que não reagissem com o biodiesel”, diz a química Ana Cecília Figueira, que conduziu a pesquisa junto com o professor Osvaldo Antonio Serra, do Departamento de Química da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da USP. “Nos estudos, elas conseguiram permanecer durante 90 dias no biodiesel sem alteração”, relata Ana Cecília.

Republicar