guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Biorreator na produção de mudas

Multiplicar plantas em laboratório com mais higiene, segurança e economia é o que promete o biorreator desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O equipamento funciona por meio de um sistema de frascos de vidro interligados por tubos de borracha que recebem ar e solução nutritiva para o cultivo de células ou embriões de plantas. O biorreator acelera o ciclo de produção e aumenta a produtividade, sendo importante para empresas de fruticultura, na produção de plantas ornamentais e no reflorestamento. Ele é adaptável a várias espécies vegetais, útil na uniformização da produção de mudas e na geração de espécimes isentos de pragas e doenças. O novo equipamento já se mostrou eficaz na clonagem de híbridos de café arábica conforme ficou demonstrado em experimentos realizados na Embrapa Café, com sede em Brasília. O produto surgiu nos laboratórios da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, unidade localizada também na capital federal, e já foi patenteado. A estatal espera agora firmar uma parceria de transferência tecnológica com uma empresa privada interessada na produção e comercialização do biorreator.

Republicar