Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Bomba de água com rastreador solar no sertão

Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) aliaram-se ao Sol para tornar mais eficiente o bombeamento de água no sertão nordestino. Em todo o mundo há cerca de 50 mil sistemas de bombeamento fotovoltaico, isto é, bombas que retiram água do subsolo. Ocorre que esses sistemas são feitos com módulos fixos, o que os impede de acompanhar toda a trajetória do Sol.

Trabalho coordenado pelo professor Naum Fraidenraich, que contou com a doutoranda Olga Vilela, entre outros, resultou em um painel solar móvel, que segue o movimento do astro da aurora ao crepúsculo. “Foi a forma que encontramos de aumentar a quantidade de energia solar coletada pelo painel”, explica Fraidenraich. O trabalho é pioneiro no mundo. Ao captar a energia do Sol durante mais tempo, o aparelho bombeia pelo menos 40% a mais de água. “O sistema é ideal para o sertão, onde escasseiam outras fontes de energia.”

Republicar