Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Brasileira ganha prêmio Women in Science

Uma brasileira está entre as cinco cientistas escolhidas como ganhadoras do prêmio Women in Science, uma parceria entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e a L’Oréal, fabricante francesa de cosméticos. A geneticista Mayana Zatz, coordenadora do Centro de Estudos do Genoma Humana e pesquisadora do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), foi a ganhadora brasileira. As outras quatro são Adeyinka Gladys Falusi (Nigéria), Joan A. Steitz (Estados Unidos), Anne Mclaren (Grã-Bretanha) e Suzanne Cory (Austrália). Este é o segundo ano da premiação.

As candidatas são indicadas por 400 patronos escolhidos entre personalidades eminentes da comunidade científica internacional. Os nomes são enviados a um júri altamente qualificado – o presidente deste ano foi Christian de Duve, ganhador do Nobel de Medicina de 1974 -, que analisa os currículos e escolhe as cinco premiadas. “Fiquei absolutamente surpresa”, diz Mayana. “Eu não tinha nenhuma esperança de ganhar.” Ela receberá o prêmio (US$ 20 mil) em Paris no dia 28 de fevereiro com as outras cientistas.

Republicar