guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

perfluorocarboneto

Camada protetora

Para evitar a coagulação do sangue e a contaminação por bactérias em dispositivos médicos implantados ou utilizados como instrumento para exames, pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, desenvolveram um novo tipo de revestimento.  Dispositivos como implantes cardíacos, cateteres, sondas e máquinas de diálise, por exemplo, poderão receber um revestimento na forma de uma camada molecular de perfluorocarboneto, um composto químico. Segundo o estudo publicado na edição on-line da revista Nature Biotechnology, em 12 de outubro, essa camada impede a fixação de fibrina, uma proteína que age na coagulação, e reduz a adesão plaquetária. Foram feitos testes em porcos com materiais já aprovados para uso nos aparelhos.

Republicar