guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Comissão avaliará pedido de mestrado

A FAPESP vai alterar, a partir de 2004, a sistemática de avaliação dos pedidos de bolsas de mestrado. Já neste primeiro semestre, e em caráter experimental, todo o processo de análise será conduzido, no âmbito de cada coordenação de área, por uma comissão de assessores ad hoc, constituída segundo o perfil da demanda. Esse novo modelo substitui procedimento adotado desde 2002 quando, pressionada pela demanda, a Fundação passou a submeter todos os pedidos de bolsa de mestrado com parecer favorável da assessoria ad hoc a uma análise comparativa, realizada pelas coordenações, duas vezes por ano.

Em razão do volume de solicitações, esse modelo exigia que as coordenações selecionassem propostas entre um grande número de pedidos, já avaliados pelos assessores e com graus distintos de minúcia e rigor, assumindo assim uma parcela de responsabilidade pelos resultados e contrariando o princípio da avaliação externa adotado pela Fundação. Com o novo procedimento, a FAPESP pretende restabelecer esse padrão. O modelo de análise já é utilizado com sucesso em programas especiais, como os de Infra-estrutura, diz o diretor científico, José Fernando Perez.

Republicar