Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Ambiente

Controle de incêndios

Retirar a vegetação seca e altamente inflamável em faixas de terra de 3 a 15 metros de largura, construindo os chamados aceiros, é uma maneira tradicional de prevenir a propagação do incêndio em regiões como unidades de preservação e margens de ferrovias. Outra alternativa é aplicar na vegetação uma substância capaz de controlar a propagação do fogo. Para avaliar o efeito do uso de um produto feito à base de fosfato de amônio com sulfato de amônio, os engenheiros florestais Guido Assunção Ribeiro, Gumercindo Souza Lima, Ana Luiza Santos de Oliveira, Virgínia Londe de Camargos, Miguel Umbelino Magalhães, do Departamento de Engenharia Florestal, da Universidade Federal de Viçosa, elaboraram o estudo Eficiência de um retardante de longa duração na redução da propagação do fogo, a partir de testes em laboratórios com a substância. Os pesquisadores avaliaram o espaço alcançado pelo fogo, o tempo gasto para sua propagação e a intensidade de queima e concluíram que o produto aplicado retarda a taxa de inflamabilidade. Eles constataram que a aplicação de 1.200 ml/m² é capaz de alterar a reação da combustão e inibir o incêndio. Para melhorar a relação entre custo e benefício do uso do produto o estudo aponta para a necessidade de outros testes com a aplicação de menores dosagens.

Revista Árvore – vol. 30 – nº 6 – Viçosa – nov./dez. 2006

Leia artigo original

Republicar