guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Prêmio Jovem cientista

Destaques do Jovem Cientista

A entrega do prêmio em Brasília: recursos hídricos

Wilson Dias / ABR A entrega do prêmio em Brasília: recursos hídricosWilson Dias / ABR

A entrega da 27ª edição do Prêmio Jovem Cientista, realizada em Brasília, reconheceu contribuições ligadas ao tema “Água: desafios da sociedade”. Na categoria Mestre e Doutor, o vencedor foi Gustavo Meirelles Lima, da Universidade Federal 
de Itajubá, com uma 
tese de doutorado em engenharia elétrica 
sobre sistemas de abastecimento de água. O trabalho de José Leôncio de Almeida Silva, estudante de agronomia da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), ganhou na categoria Ensino Superior pela pesquisa sobre mistura de águas salinas como alternativa para a irrigação e produção de forragem no Nordeste. Edvan Pereira, da Escola Estadual Ernestina Pereira Maia, em Moju, Pará, venceu na categoria Ensino Médio, com um trabalho que usou o caroço do açaí 
na filtragem de água 
para o consumo. 
O homenageado na categoria Mérito Científico foi Eugenio Foresti, professor da Universidade de São Paulo (USP), que dedicou mais de 40 anos de carreira desenvolvendo tecnologias relacionadas à utilização dos recursos hídricos. A USP foi agraciada pelo segundo ano consecutivo na categoria Mérito Institucional, por sua contribuição à formação científica do país. 
O prêmio é concedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o CNPq.

Republicar