Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Covid-19

Duas vacinas evitam infecção por Sars-CoV-2

Em um estudo com cerca de 4 mil pessoas com alto risco de contrair Covid-19, incluindo profissionais de saúde, policiais e bombeiros, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos verificaram que as vacinas da Pfizer-BioNTech e da Moderna são 80% eficazes na prevenção de infecções pelo vírus Sars-Cov-2 após a primeira dose e 90% após a segunda (Morbidity and Mortality Weekly Report, 2 de abril). Esse é um dos primeiros estudos a estimar a eficácia das vacinas em evitar a infecção, e não apenas em proteger contra o desenvolvimento de casos sintomáticos de Covid-19, como tem sido feito nos testes clínicos. Ao comentar os resultados ao jornal norte-americano The Washington Post, a diretora dos CDC, Rochelle Walensky, disse que o estudo mostra que a vacinação nos Estados Unidos está realmente funcionando. Em um teste com 2.260 participantes ainda não revisado por especialistas externos, a vacina da Pfizer-BioNTech também se mostrou eficaz em evitar a Covid-19 em crianças e adolescentes de 12 a 15 anos. Não se registrou nenhum efeito colateral sério. Ocorreram 18 casos de infecção sintomática no grupo placebo e nenhum entre os que receberam vacina (New York Times, 31 de março).

Republicar