Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Esconderijo de aranha

Esconderijo de aranha

eduardo cesarRefúgios angulosos são mais seguroseduardo cesar

Onde é mais provável achar uma aranha-marrom: nas dobras da cortina, atrás da porta ou no fundo do armário? As fêmeas de Loxosceles gaucho, cujas picadas causam lesões graves na pele, preferem cantos com ângulos agudos, que protegem melhor a prole contra predadores (Medical and Veterinary Entomology). O biólogo André Augusto Stropa chegou a essa conclusão depois de construir 60 refúgios artificiais com cavidades em forma de triângulo, quadrado, pentágono e cilindro, e espalhá-los pela mata na Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Botucatu. Por um ano, ele documentou as cavidades escolhidas. O que mais chamou a atenção foi que sete de cada 10 fêmeas dessa espécie e metade das fêmeas com prole usavam refúgios de cavidade triangular. A preferência ajuda a explicar por que esse gênero de aranhas se adaptou ao ambiente humano e se tornou um problema de saúde pública em cidades do Brasil, Chile e Estados Unidos. “As cidades podem estar oferecendo muitos refúgios com ângulos agudos”, diz ele.

Republicar