Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Mundo

Felicidade refletida no organismo

Não é só o coração. Todo o organismo das pessoas felizes funciona melhor que o das infelizes, de acordo com um estudo coordenado por Andrew Steptoe, da University College de Londres, que acompanhou as emoções e a saúde de 200 londrinos. Aqueles mais felizes tinham taxas menores de cortisol, hormônio ligado ao estresse e a doenças como diabetes tipo 2 e hipertensão. Também respondiam ao estresse com uma quantidade menor de fibrinogênio, uma proteína encontrada no sangue que, em altas concentrações, pode prejudicar o coração. Estudos anteriores já haviam mostrado que pessoas deprimidas têm mais problemas de saúde, mas faltava encontrar as razões biológicas.

Republicar