guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Boas práticas

Fraude em anais de conferências

A editoria IOP Publishing, do Reino Unido, anunciou a retratação de 25 trabalhos divulgados recentemente em seus anais de conferências sobre física e ciências de materiais/engenharias. Os textos plagiavam artigos publicados em espanhol, traduzindo-os para o inglês sem menção aos autores verdadeiros. Também eram repletos de referência a papers anteriores dos plagiadores, prática conhecida como autocitação, que pode configurar má conduta científica. O primeiro autor de muitos dos trabalhos era Jesus Silva, afiliado à Universidade Peruana de Ciências Aplicadas, em Lima. Em outros, o autor principal era Amelec Viloria, da mesma instituição. A IOP Publishing descobriu que os dois são a mesma pessoa: o nome completo do pesquisador é Amelec Jesus Viloria Silva.

Em julho, a editora recebeu uma reclamação de um pesquisador, alegando que um artigo de sua autoria tinha sido “roubado” e republicado em inglês nos anais. Uma investigação sobre a denúncia chegou a um número bem maior de manuscritos plagiados e ao pesquisador que assina de duas formas diferentes. Entre os coautores dos trabalhos retratados, há uma concentração de pesquisadores da Universidade de la Costa, em Barranquila, na Colômbia, instituição onde Silva trabalha atualmente. A universidade abriu uma sindicância para apurar o caso. Rachel Harper, chefe de comunicações e marketing da IOP Publishing, disse ao site Retraction Watch que foram identificados outros 35 trabalhos fraudulentos apresentados pelo grupo, mas que não chegaram a ser publicados.

 

Republicar