Imprimir PDF Republicar

Fotolab

Grafeno sobre microesferas

A luz emitida por uma fibra óptica percorre o equador de uma microesfera de vidro e a cada volta interage com o grafeno depositado em sua superfície, em pesquisa realizada no Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias (MackGraphe) em colaboração com o Centro de Pesquisa em Fotônica da Universidade Estadual de Campinas (Photonicamp). Composto  por apenas uma camada de átomos de carbono, o grafeno é quase transparente: deixa passar 98% da luz. Medir o quanto uma folha desse material perturba a luz é, justamente, uma indicação de sua qualidade.

Imagem enviada por Kamila Tieppo, estudante de graduação em engenharia elétrica na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Republicar