guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Interesse no etanol

Interesse no etanol

Eduardo Cesar

Cana: bioenergia brasileira inspira africanosEduardo Cesar

Representantes de um consórcio sul-africano formado pela empresa Industrial Development Group (IDG) e o fundo de investimentos Imphandz vieram ao Brasil conhecer tecnologias de produção de bioenergia. O consórcio está investindo em áreas para a produção de etanol em Moçambique, Guiné, República do Congo, Suazilândia e Zâmbia, em uma área total de 210 mil hectares, com potencial para produzir 1 bilhão de litros desse biocombustível por ano. “Temos interesse no modelo do Brasil, na área de bioenergia, e pretendemos usar a tecnologia na área agrícola e industrial”, declarou o presidente do consórcio, Mxolisi Mbetse, em reunião em Brasília na sede da Embrapa Agroenergia. O governo da África do Sul pretende misturar de 10 a 15% de álcool na gasolina até 2013 e optou por não usar milho na produção de etanol, para evitar uma possível competição entre culturas energéticas e alimentares. Andrew Mthembu, diretor-presidente da Imphandz, declarou-se interessado nas possibilidades de cooperação que incluem desde a tecnologia agrícola até a montagem de carros flex na África do Sul.

Republicar