guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Internet mais rápida

Internet mais rápida

O alto crescimento do uso da internet, com o aumento das transmissões de vídeos e a computação em nuvem, começa a exigir equipamentos mais rápidos para as redes de transmissão. Uma solução importante foi apresentada pela empresa norte-americana Infinera na Optical Fiber Conference, realizada em março, em Los Angeles, nos Estados Unidos. É um circuito integrado fotônico capaz de transmitir dados a 1 terabit por segundo (Tb/s) por meio de laser. Esse circuito, que deverá ser integrado a equipamentos ao longo das linhas de transmissão ópticas, poderá agrupar 10 canais de 100 gigabits por segundo (Gb/s), algo que vai permitir ao consumidor final baixar da internet filmes em alta definição em um quinto de segundo, ou ainda dar suporte a milhões de videoconferências simultâneas. O circuito ainda na fase de protótipo deverá estar no mercado, em uma versão de 500 Gb/s, em 2012.

 

Republicar