guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Bachia oxyrhina

Isto não é uma cobra

Morro do Fumo: região da descoberta do lagarto sem patas

LUCIANO CANDISANIMorro do Fumo: região da descoberta do lagarto sem patasLUCIANO CANDISANI

Quem vê o réptil amarelado serpenteando pelas trilhas do Cerrado pode temer uma mordida de cobra. Mas não deve se preocupar: não é venenoso, nem é cobra. Apesar de alongado e sem patas aparentes, Bachia oxyrhina é um lagarto. A espécie foi descoberta em janeiro deste ano na Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins numa expedição coordenada por Cristiano Nogueira, da ONG Conservação Internacional do Brasil. O lagarto deixa um rastro ondulante quando serpenteia na superfície do solo, mas prefere mesmo é enterrar-se com a ajuda do focinho achatado – em grego seu nome significa “nariz em forma de cunha”. Encabeçada pelo zoólogo especialista em répteis Miguel Trefaut Rodrigues, da Universidade de São Paulo, a descrição do animal foi publicada em setembro na revista Zootaxa. Para ele, a descoberta é mais um indício da riqueza biológica que ainda está por ser descoberta no Cerrado. É a terceira espécie de lagarto sem patas do gênero Bachia que ele descreve desde 2007 no Cerrado do Tocantins.

Republicar