Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Luzes sobre os imigrantes

Brasil e Portugal se reaproximam em iniciativas de suas instituições de pesquisa. Entre os dias 7 e 11 de novembro, 12 pesquisadores portugueses irão ao Rio de Janeiro participar de um encontro sobre a emigração lusitana para o Brasil, que reunirá especialistas do campo da história e da documentação na Universidade Federal Fluminense. Entre os nomes lusitanos já estão confirmados Eugênio dos Santos, da Universidade do Porto, e Fernando Souza, diretor do Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade (Cepese). O congresso é um dos primeiros frutos de um convênio celebrado em julho entre a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e o Cepese, vinculado à Universidade do Porto. O objetivo da cooperação, programada para durar os próximos dois anos, é aproximar as comunidades científicas dos dois países em pesquisas relacionadas com a população, economia e sociedade. Também está prevista a organização de um portal na internet, que reunirá uma base de dados sobre a imigração portuguesa a partir de documentos de ambos os países. Pesquisadores lusitanos já levantam dados nos distritos que emitiam passaportes entre os séculos 19 e 20. No Brasil, começam a ser trabalhados documentos datados até 1842, já tratados no Arquivo Nacional.

Republicar