guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Menos combustível durante o plantio

Um novo modelo de haste sulcadora para semeadora-adubadora de plantio direto, concebido pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), exige menos potência do motor do trator e, conseqüentemente, menor gasto de combustível. Segundo Rubens Siqueira, da área de Engenharia Agrícola do instituto e coordenador do projeto, o modelo se diferencia dos outros disponíveis porque trabalha com uma nova angulação em relação ao solo. Além disso, a nova haste é mais estreita.

“Em determinados modelos de trator, houve redução de até 50% na potência do motor necessária para tracionar a plantadeira”, conta Siqueira. “O pesquisador explica que no oeste do Paraná, assim como nas regiões com solos com altos teores de argila, a compactação superficial constitui forte restrição para a semeadura direta. Essa limitação foi o ponto de partida para o desenvolvimento do projeto da nova haste, que foi repassado para oficinas mecânicas do oeste paranaense, que estão fazendo as adaptações necessárias. “Os discos duplos, usados normalmente para plantio direto, não penetram em solos tão compactados”, conta.

Para romper a argila, os agricultores estão utilizando como alternativa sulcadores do tipo haste ou facão nas semeaduras diretas. Durante a fase de testes, verificou-se ainda que, trabalhando-se com a umidade adequada, houve diminuição do revolvimento do solo, o que diminui o risco de erosão, já que a camada de palha amortece a energia da gota de chuva.

Republicar