guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Suécia

Muito dinheiro, pouca ambição

KTHInstituto Real de Tecnologia: recursos pulverizadosKTH

Embora a Suécia seja o país europeu que mais investiu em ciência e tecnologia em 2009, o equivalente a 3,6% do PIB, sua produção científica teve menos citações em revistas internacionais do que nações como Suíça, Holanda e Dinamarca, mostra um relatório do Conselho de Pesquisa sueco. O documento ressalta que a Suécia tem uma ciência bem-sucedida e que a série histórica dos índices de citação coloca o país em sexto lugar no mundo. Como dinheiro não é problema, o diagnóstico é que falta ambição. Mathias Uhlen, do Instituto Real de Tecnologia em Estocolmo, aposta que é preciso apoiar grandes programas de pesquisa. “Optou-se, no passado, por pulverizar os recursos para a ciência básica. Isto não promove a pesquisa que tem mais impacto”, afirmou à revista Nature. Karl Tryggvason, do Instituto Karolinska, diz que as universidades não estão preparadas para enfrentar a competição internacional. “O nepotismo e as disputas políticas são um problema”, analisa.

Republicar