guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

spintrônica

Na beira da transição

Roushar Yazdani Research Group/Universidade de Princeton

Padrões de elétrons, em vermelho, laranja e amarelo, sobre material semicondutorRoushar Yazdani Research Group/Universidade de Princeton

Atualmente todos os aparelhos eletrônicos dependem da capacidade da mudança de fluxos de eletricidade nos materiais semicondutores, como uma chave de ligar e desligar, para que os elétrons possam ou não trafegar. Mas no futuro o que se prevê é a viabilidade dos dispositivos com tecnologia spintrônica que vai exigir o domínio tanto do magnetismo dos semicondutores como do controle preciso do spin (giro em inglês) dos elétrons, permitindo uma maior capacidade de fluxo de informações. Para isso será necessário encontrar um melhor caminho entre a transição de metais e semicondutores. Essa possibilidade tornou-se mais realizável com uma descoberta de pesquisadores da Universidade de Princeton, nos Estados Unidos. Eles observaram pela primeira vez elétrons em um material semicondutor à beira da transição metal-isolante. Os elétrons formaram complexos padrões, semelhantes a turbulentos fluidos. Isso confirma predições de que os semicondutores podem ser transformados em ímãs. Essa característica pode levar à produção de computadores de menor porte e consumo reduzido de energia.

Republicar