Prêmio CBMM
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Novos projetos genomas à vista

Depois de decifrado o código genético da bactéria Xylella fastidiosa por pesquisadores de São Paulo e de a FAPESP estar financiando cerca de dez outros projetos semelhantes, dois novos trabalhos de seqüenciamento de genes de microrganismos foram anunciados. O Ministério da Ciência e Tecnologia decidiu criar a Rede Nacional do Projeto Genoma Brasileiro. “O objetivo é ampliar a competência em todo o país em infra-estrutura e capacitação de recursos humanos na manipulação da biologia molecular e da engenharia genética”, explica Kumiko Mizuta, coordenadora-geral de Programas de Agropecuária e Biotecnologia, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O órgão está em fase de definição do microrganismo e de seleção de laboratórios. O prazo de execução do projeto é de um ano. Também a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) lançou o seu projeto genoma, o Riogene. O trabalho será decifrar o código genético da bactéria Gluconacetobacter diazotrophicus, que atua como fertilizante natural do solo e é importante para algumas culturas. O custo do projeto está estimado em US$ 5 milhões e deve durar 36 meses.

Republicar