guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Dados

Número de bolsas de doutorado da Capes cai pela primeira vez desde 2007

  • O número de bolsas de doutorado acadêmico financiadas pela Capes1, que quintuplicou de valor entre 2000 e 2018, de 8.801 para 44.530, caiu para 43.327 (-2,7%) em 2019, primeira queda desde 2007
  • No caso de São Paulo, a queda foi maior e vem ocorrendo desde 2017, quando atingiu o máximo de 12.595 bolsas. Em 2018 foram financiadas 12.384 bolsas pela Capes no estado e, em 2019, 11.605, com queda acumulada de 7,9% entre 2017 e 2019
  • A participação de São Paulo, que era de mais de 50% no início do século, caiu abaixo de 40% em 2003 e depois para menos de 30% em 2010. Desde então, São Paulo vem mantendo participação em torno de 28%

 

Bolsas de doutorado financiadas pela Capes, Brasil e São Paulo. Participação de São Paulo no total. 2000-2019


São Paulo mantém a liderança em bolsas, alunos e títulos concedidos

  • São Paulo foi destino, em 2019, de mais do que o dobro de bolsas de doutorado da Capes (11.605) do que o próximo estado, Rio de Janeiro (5.197)
  • As bolsas da Capes em São Paulo representaram 29% do número de alunos de doutorado matriculados no estado, de 40.010, em 2019, valor próximo ao da média nacional, que foi de 30%2
  • O número de estudantes de doutorado no estado representou 28% do total do país (142.375), e o de titulados, de 7.257, 30% do total (24.280), em 2019

 

 

Notas (1) Bolsas de doutorado pleno vigentes no ano de referência, contadas pelo total anual executado   (2) Essas porcentagens não devem ser consideradas como a porcentagem exata de estudantes que usufruíram de bolsa da Capes, pois a bolsa é contada anualmente. Uma mesma bolsa pode ter servido a mais de um aluno, como, por exemplo, quando um estudante conclui o doutorado e sua bolsa passa para outro estudante. Porém são indicativas da cobertura das bolsas da Capes nos programas de doutorado.

Fontes  Geocapes/Capes/MEC. Elaboração: Gerência de Estudos e Indicadores, DPCTA, Fapesp

Republish