Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

O novo ciclo da borracha

A Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, está pesquisando o cultivo da seringueira no Estado do Rio de Janeiro. O objetivo é estratégico: o governo quer se preparar para um futuro cenário internacional de crise de petróleo. E quer usar a ciência para vencer seu competidor mais perigoso, a Malásia.

A pesquisadora Ciríaca do Carmo, da Embrapa Solos, acredita que isso é possível. Baseando-se em estudos anteriores feitos na Zona da Mata mineira, ela aposta no potencial produtivo de borracha vegetal no sudeste do Rio de Janeiro e prevê uma produção de 2.400 quilos de borracha seca por hectare ao ano.

Contando apenas com o sol e a água da chuva, o solo fluminense teria condições de produzir látex o ano todo. Além do retorno financeiro, o país ainda teria lucros ambientais, com o plantio das árvores, e sociais, pois a vida útil da planta, de 30 anos, ajuda a fixar o trabalhador no campo.

Republicar