Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

O som que vem das estrelas

O estudo das ondas sonoras solares deu um salto com as observações da xi Hya, estrela localizada a 130 anos-luz, com um raio dez vez maior e 60 vezes mais luminosa que o Sol. Acompanhando as freqüências de oscilação das partículas da atmosfera estelar superior afastando-se do centro da estrela, astrofísicos belgas, suíços e dinamarqueses descobriram que a estrela se comporta como um gigantesco instrumento ultrabaixo, oscilando a um período de três horas e a uma velocidade de 2 metros por segundo, uma amplitude bastante diferente da do Sol.

É a primeira vez que se define o espectro de uma estrela gigante (o som emitido pela xi Hya pode ser ouvido no endereço eletrônico www.eso.org). O estudo, feito por meio do Observatório La Silla, do Chile, permitiu conhecer melhor o que ocorre no interior de uma estrela madura, já que a xi Hya aproxima-se do fim da vida, infla e se torna uma gigante vermelha – um estágio pelo qual o Sol também passará.

Republicar