guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Pediatria

Obesidade regional

A obesidade em crianças e adolescentes é mais prevalente na região Sudeste do que no Nordeste do Brasil. A conclusão, de Marcelo M. Abrantes, Joel A. Lamounier e Enrico A. Colosimo, está publicada no artigo Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes das regiões Sudeste e Nordeste, agora disponível na SciELO. Os pesquisadores, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) utilizaram dados da pesquisa sobre padrões de vida, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 1997. Foram estudadas 3.317 crianças e 3.943 adolescentes agrupados em faixas etárias. No Nordeste, a obesidade foi observada em 8,2% das crianças e em 6,6% dos adolescentes. Na região Sudeste, os índices foram bem maiores: 11,9% para crianças e 8,4% em adolescentes. “A diferença de prevalência de obesidade entre lactentes e adolescentes acima de 18 anos não foi estatisticamente significante. Entre lactentes, a obesidade foi mais prevalente no sexo feminino”, concluíram os autores.

Leia artigo original

Jornal de Pediatria – vol. 78 – nº 4

Republicar