guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Aves

Olho vivo na hora da caça

Ativos em vegetação aberta de quase todo o Brasil, a guaracava-de-barriga-amarela e o bagageiro são pássaros aparentados com hábitos alimentares bastante diferentes. Quando animada, a guaracava (Elaenia flavogaster) eriça seu topete e caça nos ramos das árvores dando voos curtos para alcançar insetos que vê passar ou frutos que avista em ramos próximos. O bagageiro (Phaeomyias murina) é mais especializado: alcança insetos ou frutos entre as folhagens sempre com pequenos saltos para cima. O biólogo João Paulo Coimbra, da Universidade Federal do Pará, encontrou aí uma boa oportunidade para verificar como a visão se adapta a diferentes necessidades ecológicas e analisou a retina de três pássaros de cada espécie. Os resultados mostram que a topografia geral dos neurônios da retina é bastante parecida entre as duas aves (Journal of Comparative Neurology). As diferenças estão nas células gigantes, que nas guaracavas aparecem em mais regiões da retina. A diferença lhes permite perceber movimento em partes diferentes do campo visual, uma vantagem para sua maneira de se alimentar.

Republicar