Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Epidemiologia

Os caminhos do HIV

C. GOLDSMITH/CDCHIV: cópias do vírus (em verde) se multiplicam em culturaC. GOLDSMITH/CDC

A variedade do vírus da Aids que nos últimos anos mais cresce no Brasil e no mundo – o HIV do subtipo C – chegou ao país a partir do Leste da África, provavelmente vinda da Etiópia ou do Quê­nia. Foi trazida por uma única pessoa ou por um pequeno grupo de portadores de cepas próximas do ponto de vista genético, afirmam pesquisadores do Rio de Janeiro em estudo na AIDS. Rachel Fontella, do Laboratório Nacional de Computação Científica, e Marcelo Soares e  Carlos Schrago, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, compararam a seqüência de dois genes do HIV em 51 amostras do vírus coletadas na América do Sul e 46 de outras regiões do mundo. Refazendo o percurso do HIV na América do Sul, viram que do Brasil essa variedade se espalhou para o Uruguai e a Argentina. Antes comum no Leste da África, na Índia e na China, essa cepa vem se disseminando pelo mundo e se sobrepondo às outras. É uma informação relevante. O que se sabe sobre resistência a medicamentos se baseia em testes com o subtipo B, o mais comum no país.

Republicar