guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

cerâmica monoporosa

Papel na cerâmica

Tecnociencias 2bdaniel buenoUtilizar aparas de papel para compor a cerâmica monoporosa e fabricar azulejos é a novidade de um estudo realizado na pós-graduação da Faculdade de Engenharia Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A proposta tem duas preocupações ambientais que são o aproveitamento das aparas de papel, material comum na indústria papeleira, e a diminuição do uso do calcário na produção da cerâmica, um ingrediente mineral não renovável. A porcentagem máxima de aparas na composição da cerâmica chegou a 20%. Acima desse nível haveria trincas ou quebras no processo de fabricação dos azulejos. A pesquisa conduzida pelo mestrando Rodrigo Daros e pelo professor Humberto Gracher Riella também mostrou que o uso das aparas é viável economicamente. O resíduo de papel custa no máximo R$ 0,02 o quilo (kg) enquanto o preço do calcário é de R$ 0,13 o kg.

Republicar