Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Peças brasileiras para a Nasa

Protótipos de peças para a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) estão sendo desenvolvidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de São Paulo. Acordo de cooperação técnica assinado em abril entre a instituição e a Agência Espacial Brasileira (AEB), vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, prevê o prazo de 12 meses para a fabricação, o controle e a montagem de protótipos das placas adaptadoras denominadas FSEs, ou equipamentos de suporte ao vôo (Flight Support Equipment). Os FSEs ajudam a transportar e a acomodar os equipamentos na estação construída pela Nasa. Os protótipos serão modelo para um primeiro lote de 32 peças a serem fabricadas no país ou no exterior. Em troca do fornecimento, o Brasil obtém espaço na estação para experimentos. A ISS é um empreendimento liderado pelos Estados Unidos, em parceria com a Europa e o Japão, formando um conglomerado de 16 países.

Republicar