Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Sociologia

Perfil do internauta

O artigo “Internauta brasileiro: perfil diferenciado, opiniões indiferenciadas”, de Rogerio Schlegel, da Universidade de São Paulo, pretende contribuir para melhorar a compreen­são das relações entre o uso da internet, de um lado, e a participação política dos cidadãos, de outro. Sua ênfase é nos fatores que determinam o uso regular da internet e no perfil do internauta em termos de participação e valores relacionados à política. A análise dos dados do  instituto chileno survey Latinobarómetro de 2007 aponta a idade e a escolaridade como principais determinantes do uso da internet no Brasil, sendo que ocupação e renda não tiveram impacto consistente na chance de conectar-se, contrastando com os casos de Argentina e Chile. Ao mesmo tempo, o público que integra a comunidade on-line mostrou maior mobilização, em termos de participação política tradicional, e pouca diferenciação em matéria de opiniões sobre política, na comparação com os não usuários da nova tecnologia. Essas evidências sugerem que a conexão ao mundo digital tende a dar voz a segmentos que já contam com acesso privilegiado a governantes e elaboradores de políticas, sobretudo por seu capital cultural. Também indicam que a importância do chamado digital divide – a distância entre os que estão incluídos no mundo digital e os que estão fora dele – no país deve ser relativizada, uma vez que os internautas não apresentam opiniões com orientação claramente destoante do restante da população.

Revista de Sociologia e Política – vol. 17 – nº 34 – Curitiba – out. 2009

Link para o artigo

Republicar