guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Reconhecimento

Pesquisa FAPESP entre os premiados

EDUARDO CESARA reportagem “Semeadores de florestas”, publicada em fevereiro deste ano na revista Pesquisa FAPESP, conquistou o segundo lugar na categoria mídia impressa do 8º Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, organizado pela Aliança para a Conservação da Mata Atlântica (parceria entre as ONGs Conservação Internacional e Fundação SOS Mata Atlântica). Assinada pelo editor especial Carlos Fioravanti, a reportagem expôs iniciativas de recuperação de trechos perdidos da Mata Atlântica. É a quarta vez que a revista ganha um dos três principais prêmios do concurso. Mauri König, da Gazeta do Povo, de Curitiba (PR), conquistou o primeiro lugar com a reportagem “A última testemunha: cem anos de resistência”. Herton Escobar, do jornal O Estado de S. Paulo, com “A caminho da praia, serra do Mar guarda riqueza em flora e fauna”, ficou em terceiro lugar. Na categoria televisão os vencedores foram: Bianca Vasconcellos e equipe do SBT Brasil, com a reportagem “Mata Atlântica: reserva sem lei” (primeiro lugar); Aline Resende de Carvalho e equipe da Rede Minas de Televisão, com a reportagem “Riquezas da serra do Brigadeiro” (segundo lugar); Beatriz Castro e equipe do programa Nordeste, Viver e Preservar, com “Assentamentos versus Mata” (terceiro lugar). O vencedor do primeiro lugar em cada categoria vai participar do Congresso Mundial de Conservação (IUCN World Conservation Congress), em Barcelona, na Espanha, em outubro deste ano, junto com os ganhadores dos outros países onde o prêmio é realizado. Os segundos e terceiros colocados receberam R$ 5 mil e R$ 2.500, respectivamente.

Republicar