guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Polímero orgânico ganha instituto

O Instituto Multidisciplinar de Materiais Poliméricos (IMMP), do qual fazem parte 16 instituições científicas do país, entre elas a Escola Politécnica e o Instituto de Física de São Carlos, ambos da Universidade de São Paulo (USP), é uma das entidades integrantes do programa Institutos do Milênio, criado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e que tem por missão apoiar o desenvolvimento de pesquisas que contribuam para o progresso social e econômico do país.

O objetivo do IMMP é realizar pesquisas para aperfeiçoar tecnologias ligadas a uma nova classe de materiais, os polímeros orgânicos, que podem ser usados como camada ativa em dispositivos eletrônicos, fotônicos e optoeletrônicos. Essa é uma área nova no mundo e é importante o Brasil se manter atualizado nos estudos de ponta sobre polímeros orgânicos. Outro campo de estudo é a área de polímeros isolantes elétricos, usados pelas redes de distribuição de energia como isoladores de cabos e acessórios.

Pesquisas realizadas pelo IMMP mostram que é possível evitar perdas de energia por falhas em rede de distribuição devido à degradação dos isoladores poliméricos. Segundo Roberto Mendonça Faria, coordenador do instituto e professor de física da USP de São Carlos, a tecnologia de dispositivos com materiais poliméricos ainda está na sua “infância”, mas o mercado para esses produtos é de grande dimensão. Até 2005, estima-se que apenas o mercado mundial de displays e LEDs, sinalizadores feitos com materiais poliméricos atinja, US$ 3 bilhões por ano.

Republicar