guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Quebra do código da indústria do som

Um ambicioso plano de proteger os CDs contra a pirataria com um código digital – comparado a uma marca d’água – foi submetido a teste. Para assegurar a inviolabilidade do sistema desenvolvido por um consórcio de companhias da indústria musical, agrupado na Secure Digital Music Initiative Foundation (SDMI) – que implicaria a adoção de um novo formato e novos toca-CDs -, as grandes multinacionais fonográficas lançaram um desafio público. Não se poderiam fazer cópias dos CDs no novo formato, pois o som ficaria inaudível.

Contudo, em apenas um mês de trabalho, um grupo norte-americano do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Princeton, liderado pelo professor Edward Felten, quebrou o código de segurança por meio de um programa que apagava a chamada marca d’água. Antes de apresentar a colegas o trabalho vencedor do desafio, num congresso em fins de abril último, Felton foi advertido pela SDMI para não divulgá-lo publicamente, sob pena de processo penal. Entretanto, uma cópia não autorizada do trabalho foi publicada anonimamente on line, enterrando um esforço de anos e milhões de dólares, segundo a revista eletrônica no (www.no.com.br).

Republicar