Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Condomínios da natureza

Relações perigosas

sergio antonio vanin / uspCondomínios da naturezasergio antonio vanin / usp

Em cupinzeiros, além dos cupins, podem viver outros insetos ou larvas, que se nutrem de fungos e excrementos e às vezes dos próprios cupins ou de outros insetos inquilinos. Na Psyche de julho, Cleide Costa e Sergio Vanin, da Universidade de São Paulo (USP), analisam essas relações de vida e morte, que ganham refinamentos nos cupinzeiros bioluminescentes do Cerrado. As larvas dos besouros Odontocheila auripennis vivem em galerias escavadas na superfície dos ninhos do cupim Cornitermes cumulans próximas de outras galerias com larvas do besouro luminescente Pyrearinus termitilluminans. Segundo Cleide, a associação dessas duas espécies de besouros é vantajosa principalmente para a O. auripennis, que se aproveita das presas atraídas pelas larvas bioluminescentes da outra espécie.

Republicar